betway

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Reunião de ministros do meio ambiente no G20 foi “frustrante”, diz Joaquim Leite

    À CNN, ministro do meio ambiente elogiou negociações sobre mercado global de carbono, mas se queixou da falta de um documento detalhado sobre financiamento

    Ministro do Meio Ambiente do Brasil, Joaquim Leite.
    Ministro do Meio Ambiente do Brasil, Joaquim Leite. Isac Nóbrega/PR

    Gustavo ZanferMathias Broteroda CNN

    O Ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, participou da Reunião de Ministros do Meio Ambiente sobre Energia e Sustentabilidade Climática do G20, em Bali, na Indonésia. O encontro aconteceu nesta quarta-feira (31) e tratou das ações climáticas e do impacto global causados pela guerra na Ucrânia.

    Uma das principais metas discutidas na reunião, segundo Joaquim Leite, foi a possibilidade da criação de um mercado global de carbono de florestas nativas.

    Por outro lado, “ela [a reunião] foi frustrante porque nós não conseguimos um documento final, um documento que trouxesse claramente um financiamento de clima para acelerar uma nova economia verde”, disse o ministro.

    Ele também falou sobre potencial de geração de energia limpa brasileira, ressaltando que seria uma alternativa mais barata em relação à produção na Europa. O ministro chamou o Brasil de “porto seguro” para investir em uma nova economia baseada em energia limpa – 20 vezes mais barata do que a alternativa europeia, segundo ele.

    Há perspectivas de que o hidrogênio verde desenvolvido no Brasil seja produto de exportação para a Europa. Outra meta discutida por Leite é a uma economia neutra em emissões de carbono até 2050.

    Perguntado sobre a presença do presidente Jair Bolsonaro na 17ª reunião de cúpula do G20, que irá acontecer no dia 15 de novembro também em Bali, Joaquim Leite disse não ter certeza. A reunião da cúpula vai discutir questões como a economia e pandemia de Covid-19, cultura e outras questões globais.

    betway Mapa do site