betway

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula e Múcio se reúnem no Alvorada para tratar do conflito entre Venezuela e Guiana

    "Estamos atentos para que não sejamos instrumentos de um acidente diplomático que envolve dois vizinhos", disse o ministro da Defesa

    Ministro da Defesa disse que governo está atento a movimentações na fronteira
    Ministro da Defesa disse que governo está atento a movimentações na fronteira Arquivo - Fátima Meira/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Gabriela Pradoda CNN

    Brasília

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, se reuniram para discutir o imbróglio entre Venezuela e Guiana, nesta sexta-feira (8), no Palácio do Alvorada, em Brasília.

    De acordo com fontes do Ministério da Defesa ouvidas pela CNN, o encontro — que durou pouco mais que uma hora — tinha objetivo somente de “monitoramento da situação”. Ou seja, o ministro relatou ao presidente Lula todas as informações referentes à conjuntura militar e política na região.

    Antes de chegar à reunião, Múcio falou rapidamente com a imprensa sobre o acompanhamento da tensão entre os dois países sul-americanos.

    Estamos atentos para que não sejamos instrumentos de um acidente diplomático que envolve dois vizinhos

    José Múcio Monteiro

    Na semana passada, o ministro disse à CNN que o governo segue atento a eventuais movimentações na fronteira diante da possibilidade que tropas Venezuelanas tentem invadir a Guiana passando pelo território brasileiro.

    Duas PECs

    Além da tensão na fronteira, Lula e Múcio também discutiram duas Propostas de Emenda à Constituição (PEC) que tramitam no Senado e, se aprovadas, vão impactar na atividade e organização das Forças Armadas.

    Uma delas é PEC que limita a candidatura de militares da ativa em eleições. A proposta apresentada pelo líder do governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), está pronta para ser votada em plenário. O texto foi negociado entre o Ministério da Defesa, Forças Armadas e governo e já está pronto para ser votado em Plenário.

    A outra PEC, apresentada pelo senador Carlos Portinho (PL-RJ), eleva anualmente o orçamento destinado à Defesa nacional, até que se chegue a um valor mínimo equivalente a 2% do Produto Interno Bruto (PIB). A proposta ainda não teve relator designado na Comissão de Constituição e Justiça.

    betway Mapa do site