betway

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mulher é morta por reclamar da temperatura do ar condicionado em Minas Gerais

    Mulher foi atingida por dois tiros disparados pelo marido, que foi preso

    Condomínio em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte, onde uma mulher foi morta após reclamar do ar condicionado
    Condomínio em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte, onde uma mulher foi morta após reclamar do ar condicionado Itatiaia

    Daniela Mallmannda CNN

    Uma mulher morreu, na noite desta segunda-feira (27), após ser atingida por tiros durante uma briga com o marido por conta da temperatura do ar condicionado. O caso aconteceu no Condomínio Mangueiras, na cidade de Santa Luzia, região metropolitana de Belo Horizonte.

    Segundo o boletim de ocorrência, policiais militares foram acionados e quando chegaram até o local encontraram uma mulher caída na cama já sem vida.

    O marido dela, Claudio Agostinho Cabral, que é ex-policial penal, estava ferido em um dos braços e foi socorrido para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região.

    Ele contou aos policiais que ele e a esposa, Jussara Ferreira de Almeida Cabral, de 53 anos, estavam deitados na cama, já prontos para dormir, quando começaram uma discussão em função da temperatura do ar condicionado.

    A mulher teria pego a arma pertencente à ele e efetuou um disparo que atingiu de raspão o braço esquerdo de Claudio. Ainda segundo o relato do marido, os dois entraram em luta corporal e a arma disparou mais duas vezes, atingindo o peito e as costas de Jussara.

    Quando a mulher caiu sobre a cama, Cláudio acionou a Polícia Militar. A perícia compareceu ao local e a arma foi apreendida junto com um carregador e três estojos.

    Após ser atendido na UPA o marido foi preso e encaminhado para a delegacia de plantão. A perícia foi realizada no local do crime.

    O corpo de Jussara foi encaminhando para o Instituto Médico Legal (IML).

    betway Mapa do site