betway

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Presidente da Câmara dos EUA pede abertura de impeachment de Biden

    Ainda não há provas concretas de que Joe Biden lucrou com os negócios de seu filho fora do país

    Presidente dos EUA, Joe Biden, pode sofrer processo de impeachment nos EUA
    Presidente dos EUA, Joe Biden, pode sofrer processo de impeachment nos EUA 25/07/2023. REUTERS/Elizabeth Frantz/File Photo

    Haley TalbotLauren FoxMelanie Zanonada CNN

    O presidente da Câmara dos Estados Unidos, Kevin McCarthy, anunciou nesta terça-feira (12) que está pedindo a abertura de um processo formal de impeachment do presidente Joe Biden, mesmo que ainda não existam provas as alegações de que ele lucrou diretamente com os negócios de seu filho fora do país.

    A medida ocorre em meio à crescente pressão da direita para avançar com o processo. Parte da extrema-direita ameaça destituir McCarthy de seu cargo se ele não avançar com rapidez suficiente no processo de impeachment.

    O presidente da Câmara também está tentando garantir votos como parte das negociações para manter o orçamento do governo além do prazo final de 30 de setembro para evitar uma paralisação.

    “Estas são alegações de abuso de poder, obstrução e corrupção”, disse o republicano da Califórnia em comentários fora do seu escritório no Capitólio.

    “Elas merecem uma investigação mais aprofundada pela Câmara dos Representantes. É por isso que hoje estou orientando nosso comitê da Câmara a abrir um processo formal de impeachment contra o presidente Joe Biden.”

    As investigações do Partido Republicano lideradas pela Câmara ainda não forneceram nenhuma prova direta de que o presidente foi financeiramente beneficiou pelas negociações comerciais estrangeiras de Hunter Biden, seu filho.

    McCarthy disse que está contratando, os deputados James Comer, de Kentucky, Jason Smith, de Missouri, e Jim Jordan, de Ohio, para liderar o processo.

    O presidente da Câmara e outros republicanos proeminentes da casa também devem fazer uma apresentação contundente em uma reunião especial na quinta-feira (14) sobre as investigações do Congresso lideradas pelos republicanos, disseram fontes conhecidas à CNN nesta terça-feira.

    Vídeo: Joe Biden pode enfrentar processo de impeachment

    A decisão ocorre no momento em que o republicano da Califórnia sinaliza, como a CNNrelatou anteriormente, que está mais perto de avançar com a investigação relacionada aos negócios do filho do presidente, Hunter.

    Nas últimas semanas, McCarthy disse em particular aos republicanos que planeja iniciar um processo de impeachment contra Biden e espera iniciar o processo até o final de setembro, de acordo com várias fontes do Partido Republicano familiarizadas com as conversas.

    McCarthy já tinha ameaçado publicamente abrir um processo e fontes dizem que ele enviou sinais ainda mais fortes sobre as suas intenções a portas fechadas.

    O portal Punchbowl relatou pela primeira vez a esperada mensagem de McCarthy sobre um processo de impeachment.

    O próximo passo esperado também ocorre no momento em que McCarthy está preparando as bases para argumentar aos membros republicanos da Câmara que eles precisam manter a orçamento do governo para que possam prosseguir com todas essas questões investigativas.

    As notícias desta terça-feira marcarão um esforço real de McCarthy para começar a avançar e conseguir que os céticos republicanos da Câmara apoiem o processo. Uma fonte conhecida disse que McCarthy não divulgará nada até saber quais são os números. A liderança republicana da Câmara precisará de chicotear formalmente os votos em algum momento, o que ainda não o fez.

    McCarthy não mencionou a realização de uma votação para lançar o processo durante seus comentários nesta terça-feira.

    Veja mais: Temer sobre impeachment de Dilma: Dizer que é golpe é não ler a Constituição

    Com informações de Manu Raju

    betway Mapa do site