betway

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Joseph Blatter afirma que Irã deveria ser barrado da Copa do Mundo do Catar

    Declaração do ex-presidente da Fifa foi dada em uma palestra; República Islâmica enfrenta série de protestos provocados pela morte de uma mulher sob custódia da polícia da moralidade

    Joseph Blatter, ex-presidente da Fifa
    Joseph Blatter, ex-presidente da Fifa Reuters

    Michael Shieldsda Reuters

    O ex-presidente da Fifa, Joseph Blatter, acha que o Irã deveria ser barrado da Copa do Mundo em meio a protestos generalizados na República Islâmica provocados pela morte de uma mulher sob custódia da polícia de moralidade, disse um jornal suíço citando-o nesta sexta-feira (11).

    “O Irã deveria ser excluído da Copa do Mundo”, informou o tablóide Blick, dizendo que Blatter em uma palestra na sede de sua editora exigiu duras consequências e que teria retirado o Irã da competição se ainda estivesse no comando.

    Os protestos no Irã representam um dos desafios mais ousados ​​aos governantes clericais iranianos desde a Revolução Islâmica de 1979.

    O Irã acusou inimigos estrangeiros de fomentar a agitação desde a morte da mulher curda iraniana Mahsa Amini em setembro, após sua prisão por supostamente desrespeitar o rígido código de vestimenta do Irã imposto às mulheres.

    O jornal Blick citou Blatter dizendo ser incompreensível que o chefe da Fifa, Gianni Infantino, não tenha tomado uma posição clara sobre o Irã.

    Blatter, de 86 anos, causou polêmica nesta semana ao dizer que foi um erro conceder ao Catar os direitos de sediar a Copa do Mundo, que começa em 20 de novembro.

    betway Mapa do site