betway

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ibovespa fecha em queda de 1,6% seguindo EUA e com foco no Oriente Médio; dólar sobe a R$ 5,05

    Queda do índice só não foi maior por conta da performance das ações da Petrobras, que renovaram máximas históricas

    Pela manhã, o dólar à vista chegou a oscilar em baixa no Brasil, após a China divulgar dados econômicos positivos
    Pela manhã, o dólar à vista chegou a oscilar em baixa no Brasil, após a China divulgar dados econômicos positivos REUTERS/Amanda Perobelli

    Da CNN*

    O Ibovespa fechou esta quarta-feira (18) com perdas de 1,6%, aos 114.059,64 pontos, pressionado pelo tombo das ações da Vale e por preocupações persistentes com os potenciais desdobramentos do conflito entre Israel e o Hamas, em meio a um clima já tenso diante da possibilidade de juros mais altos por mais tempo nos Estados Unidos.

    A queda só não foi maior por causa da performance das ações da Petrobras, que renovaram máximas históricas, acompanhando a alta do petróleo no exterior. Petrobras ON encerrou com valorização de 2,34% e PN de 2,26%.

    Na máxima do dia, o índice chegou a 115.907,04 pontos. Na mínima, a 113.952,11 pontos.

    O principal índice da bolsa operou hoje em linha com os mercados nos Estados Unidos, enquanto o conflito no Oriente Médio, região importante para o comércio internacional de petróleo, entre Israel e Hamas segue no radar.

    Já o dólar terminou o dia com valorização de 0,38%, cotado a R$ 5,05. Em outubro, a moeda norte-americana acumula alta de 0,54%.

    Pela manhã, o dólar à vista chegou a oscilar em baixa no Brasil, após a China divulgar dados econômicos positivos.

    Apesar dos números chineses, o exterior trazia um viés de alta para a moeda norte-americana, com investidores temendo a escalada do conflito entre Israel e Hamas, além do envolvimento de outros países.

     

    Cenário nacional 

    Nesta manhã, as vendas do varejo brasileiro tiveram leve queda de 0,2% em agosto na comparação com julho de 2023, após crescer 0,7% no mês anterior. Em relação ao mesmo mês do ano anterior, houve alta de 2,3%. 

    O resultado ainda veio acima da expectativa do mercado, que esperava um recuo de 0,7% na comparação mensal, e alta de 1,20% na comparação anual, segundo estimativas da Reuters.

    Os investidores domésticos também acompanham as falas de agentes da economia.  

    Veja também: Crescimento do PIB da China supera as expectativas

    *Com informações de Estadão Conteúdo e agência Reuters

    betway Mapa do site