betway

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Guedes garante salário mínimo e aposentadoria corrigidos pela inflação

    Ministro também assegurou que os servidores públicos voltarão a ter reajuste, que está congelado há dois anos

    ministro da Economia, Paulo Guedes, durante palestra na 30ª ExpoFenabrave 21.set.2022
    ministro da Economia, Paulo Guedes, durante palestra na 30ª ExpoFenabrave 21.set.2022 Leo Martins/Divulgação Fenabrave

    Cleber RodriguesLucas JanoneElis Barretoda CNN

    no Rio de Janeiro e em Brasília

    O ministro da economia, Paulo Guedes afirmou, nesta quinta-feira (20), que o salário mínimo e o a aposentadoria continuarão a ser reajustados pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que mede oficialmente a inflação no Brasil. Além disso, Guedes também assegurou que os servidores públicos voltarão a ter reajuste, que está congelado há dois anos.

    O analista de Política da CNN Caio Junqueira já havia confirmado a informação com o ministro. “Tem fake news que salário mínimo e aposentadorias não serão corrigidos. Não tem nada de salário mínimo mais baixo, muito pelo contrário. Eu garanto que será corrigido no mínimo pela inflação. E que estamos estudando aumento real, acima da inflação”, declarou Guedes ao analista.

    As afirmações do mandatário da pasta de Economia foram concedidas em coletiva de imprensa, no Rio de Janeiro, após Guedes palestrar para integrantes da Confederação Nacional de Bens de Comércio, Serviços e Turismo (CNC).

    Durante a conversa com os integrantes da instituição, Guedes voltou a destacar o potencial de crescimento da economia brasileira, principalmente no setor industrial e de geração de energia renovável.

    “O Brasil vai fazer um processo de reindustrialização acelerado, em cima de energia barata, com cabotagem agora livre, com mais de 8 mil km de costa, em vez de ficar tudo no modal rodoviário, em cima de impostos, em cima de estradas.”, destacou o ministro.

    Ainda no tema energético, Guedes voltou a falar do interesse de países europeus em investimento de geração de energia eólica no Brasil.

    “Nós já temos a matriz energética mais flexível e mais limpa do mundo, 83% da nossa energia elétrica é limpa, e temos 50% ou 60% de energia hidrelétrica limpa, temos 10% ou 12% de eólica e temos 5% ou 7% de solar, e os europeus agora descobriram que nós temos a matriz energética mais limpa do mundo e mais barata do mundo.”, completou.

    Sobre o Brasil no cenário econômico mundial, Guedes afirmou que “somos uma grande nação”, e que em breve o Brasil será o único país do mundo que estará no Brics, no G20, e na OCDE.

    betway Mapa do site