betway

Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bolsas dos EUA fecham em forte queda após ata mais dura do Fed e recuo em techs

    Banco Central norte-americano sinalizou risco de aumento das taxas de juros mais cedo do que o esperado

    Alta nos rendimentos dos títulos da dívida dos Estados Unidos atingia ações de tecnologia
    Alta nos rendimentos dos títulos da dívida dos Estados Unidos atingia ações de tecnologia Brendan McDermid/Reuters

    Reuters

    As ações nos Estados Unidos terminaram em queda acentuada nesta quarta-feira (5), depois de a ata da reunião de dezembro do banco central norte-americano sinalizar risco de aumento das taxas de juros mais cedo do que o esperado.

    Os índices S&P 500 e Nasdaq rapidamente ampliaram suas quedas após a divulgação da ata, que investidores consideraram mais “hawkish” (dura com a inflação) do que o temido.

    O índice Dow Jones, que havia batido uma máxima recorde mais cedo no dia, reverteu o curso e também fechou em baixa.

    A ata da reunião de política monetária do Fed de 14 a 15 de dezembro ofereceu mais detalhes sobre a mudança do banco central no mês passado em direção a uma política monetária mais rígida para conter a inflação. Os formuladores de política monetária disseram em dezembro que o mercado de trabalho dos EUA estava “muito apertado”.

    “Isso é mais ‘hawkish’ do que o esperado. Essa mudança em direção ao combate mais incisivo à inflação pode ser problemática tanto para os mercados de ações quanto para os de títulos”, disse David Carter, diretor de investimentos da Lenox Wealth Advisors em Nova York.

    O setor de tecnologia foi o que mais pesou sobre o S&P 500, enquanto o imobiliário, mais sensível às perspectivas para as taxas de juros, liderou as quedas setoriais.

    O índice S&P 500 fechou em queda de 1,94%, a 4.700,58 pontos. O Dow Jones caiu 1,07%, a 36.407,11 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuou 3,34%, a 15.100,17 pontos.

    O S&P 500 sofreu a maior queda diária desde 26 de novembro passado. Já o Nasdaq teve o pior dia desde 25 de fevereiro de 2021. O Dow Jones amargou a sessão mais negativa desde 20 de dezembro.

    Os gigantes de tecnologia Apple, Alphabet, Amazon, Meta e Microsoft caíam entre 0,4% e 1,2%, a maior pressão nos índices S&P 500 e Nasdaq.

    As ações de crescimento, que são sensíveis aos juros, também estiveram sob pressão de uma recente alta nos rendimentos do Tesouro norte-americano, desencadeada pela crescente ansiedade em relação à perspectiva de aumentos de juros pelo Fed para conter a inflação.

    “Com a expectativa de aumento dos juros neste ano, é provável que as ações de tecnologia acabem sentindo um pouco mais de pressão”, disse Sam Stovall, estrategista-chefe de investimentos da CFRA Research em Nova York.

    Às 13h26, no horário de Brasília, o índice S&P 500 perdia 0,21%, a 4.783,37 pontos, enquanto o Dow Jones subia 0,21%, a 36.878,14 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuava 0,87%, a 15.486,16 pontos.

    O relatório de vagas da ADP mostrou criação de 807 mil postos de trabalho no setor privado dos Estados Unidos no mês passado, número maior que o dobro do previsto por economistas consultados pela Reuters.

    Os dados vêm antes da leitura de emprego do Departamento de Trabalho norte-americano para dezembro, que é mais ampla e monitorada de perto, e que será divulgada na sexta-feira (7).

    betway Mapa do site